Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Inspiração Mãe empreendedora

Inspiração: Daniella Alves do Ateliê Cores e panos.

Inaugurando nova categoria no blog: Inspiração Mãe empreendedora. Aqui vou compartilhar histórias reais, de gente como a gente pra inspirar você a iniciar seu negócio, começar  a planejar sua vida com mais propósito, impulsionar você a realizar seus sonhos.

Fiz está entrevista com a Daniella Alves ela tem 29 anos, é mãe da Alice e proprietária da Cores e Panos, um negócio de artesanato criativo com feltro e também do Lab bordado, bordados a mão.
Sua família sempre esteve envolvida com trabalhos manuais, o que justifica sua paixão por Artesanato e sua escolha nesse caminho.
Ela iniciou como muitas mães, querendo atingir  mercado de  lembrancinhas e maternidade e atualmente produz muito mais do que isso com peças autorais. No seu Blog Ateliê Cores e Panos ela ensina como começar a trabalhar com feltro, dicas de costura, de fornecedores e materiais. O Instagram da Cores e Panos é a vitrine do seu trabalho, mas ela também vende suas criações através da sua loja no Elo7: bonecos (as), enfeite porta-maternidade, móbiles, marcador de livros e apostilas de moldes que ela mesma desenvolveu para ensinar a arte do feltro.
E a Dani realmente tem muito talento para trabalhos manuais, suas peças de feltro são lindas e seu bordado uma perfeição!😍
Seu Instagram já conquistou mais de 29,5 k de seguidores engajados que adoram seu trabalho e suas dicas de artesanato.

Daniella Alves proprietária da Cores e Panos.

Qual o principal motivo pra querer iniciar um negócio?

O principal motivo foi minha pequena que na época tinha apenas 1 ano e meio. Eu tinha um emprego em uma empresa de decoração, mas não tinha com quem deixa-la para trabalhar. Tentei escolinha por um tempo, mas percebi que ela ficava doente com frequência e resolvi ficar um tempo junto com ela até crescer um pouco mais. Nesse tempo pensei em fazer alguma coisa para ajudar nas despesas da casa.

Como foi o começo?

O começo foi tudo em segredo. Pesquisei bastante antes de tomar uma atitude e decidir o que ia fazer. Mas quando finalmente tomei a decisão tive o grande apoio da minha família, meus pais e tias que também se interessam pelo meio artesanal. Já o pai da minha filha que na época morávamos juntos não deu apoio nenhum, muito pelo contrário, ele achava que isso poderia tirar minha atenção em relação ao cuidado da nossa filha e que era besteira já que ele ganhava o suficiente para sustentar a casa. Mas não desisti e toda vez que ele falava alguma coisa contra a minha ideia, eu lutava mais para que o negocio desse certo. 

Como você decidiu trabalhar com feltro?

Logo quando sai da empresa onde trabalhava, pesquisei varias atividades que poderia fazer em casa. Mas a que me chamou mais atenção foi o artesanato. Minha mãe tem culpa no cartório, ela sempre me incentivou desde pequena a varias técnicas, como biscuit, pedraria, crochê. Mas até então essas técnicas não tinha me chamado atenção, até que encontrei o feltro. 

Na época pesquisava no Flickr varias artesãs que já trabalhavam com feltro e peças de maternidade com costura a mão. Já me chamou atenção pois não tinha o dinheiro necessário para investir em máquina de costura, muito menos em cursos já que não sabia costurar na máquina.

Foi aí que decidi, seria peças em feltro para maternidade e lembrancinhas. E o público era mais fácil de definir, já que fazia parte dele como mãe. 

Ateliê Cores e Panos; bonecos em feltro.
Delicadeza e capricho nas criações de feltro

Você tinha recursos financeiros quando decidiu iniciar? Se não, como conseguiu?

Não tinha muito e o que me ajudou foi a técnica escolhida. O feltro é um material barato e que para fazer as primeiras peças não precisa de muitos materiais. Então juntei o pouco que tinha e fui me aventurar em armarinhos e lojas de tecido, onde consegui comprar materiais que iriam render as primeiras peças e que já cobriam o valor inicial investido. 

Ateliê Cores e Panos; bonecos geeks em feltro.
As peças da Cores e Panos: criatividade e criação de moldes originais

Qual a maior dificuldade superada no começo do negócio?

Foram muitas as dificuldades, mas a principal foi aprender a técnica escolhida. Cuidava da casa, alimentação, da pequena e ainda conseguia estudar e treinar os pontos de costura. Aprendi TUDO pela internet, como cortar, costurar, desenhar os moldes, vender, fotografar, divulgar entre outras coisas. 

Depois que comecei a vender minhas peças e ter um lucro, iniciei a faculdade de Design Gráfico o que me ajudou muito nessa parte de identidade da marca, como apresentar meu trabalho para meus clientes entre outros conhecimentos que foram e ainda são muito importantes pra mim. 

Lab Bordado
Lab bordado: capricho em cada detalhe.

Você teve medo em alguma parte do processo? Do quê?

Claro que tive medo, na verdade ainda tenho. As pessoas que estão de fora não sabem o trabalho enorme por traz do artesanato. Tive medo dos julgamentos, medo de não conseguir fazer produzir peças vendáveis, medo de não conseguir conciliar o trabalho com a maternidade entre muitos outros. Mas o medo faz parte do processo, a gente tem que enfrentar esses obstáculos para que possamos crescer tanto profissionalmente como pessoalmente. Tem uma frase no livro da Rafa Cappai que lembro toda vez que o medo se aproxima, ” O medo morre de medo da ação”. 

Qual foi sua maior inspiração quando surgia alguma dificuldade?

Primeiro minha mãe que sempre esteve do meu lado me ajudando tanto na parte emocional quanto na parte de produção. 

As artesãs do mundo do feltro e outras técnicas que me inspiram muito com trabalhos lindos. As palavras de empreendedores criativos que admiro muito pelo trabalho, força e coragem. 

Quais os meios de divulgação do seu negócio? Qual é o que te traz mais resultado?

Uso as mais tradicionais como facebook, instagram e blog. Mas a que me dá mais resultados hoje em dia é o instagram. Já usei o facebook, flickr, mas as redes sociais vão mudando e temos que mudar junto, aprendendo qual a melhor e que vai trazer resultados. 

Como é hoje a rotina de trabalho e os cuidados com sua filha?

Tenho um horário definido que começa sempre na parte da manha e vai até a noite, mas consigo focar muito mais na parte da manha, horário que minha filha vai para escola. É na parte da manha que faço as tarefas que preciso de mais concentração como responder e-mails, escrever posts, fotografar ou gravar algum vídeo, fazer entregas. As vezes eu a levo comigo para fazer as entregas nos correios, assim aproveitamos pra depois passar um pouco. hehe 

Mas nem tudo são flores, mesmo nos planejando muito para que tudo dê certo, sempre tem algum imprevisto e que depois, para colocar o trabalho em ordem, temos que trabalhar nos fins de semana ou até tarde da noite. 

Pra você, o que é ter uma vida com propósito? Você acha que seu trabalho faz parte desse propósito?

Pra mim é ter qualidade de vida, vivenciar momentos únicos, ser feliz trabalhando com o que amo e ter minha independência, participar da vida da minha filha, ver seu crescimento, acompanhar em suas descobertas da vida, fazer o que amo sem me preocupar com o que os outros vão achar. Meu trabalho com certeza faz parte da minha vida, com ele eu aprendi muitas coisas e ainda aprendo todos os dias. Não é fácil, mas também não é impossível e luto para isso todos os dias. 

Siga a Daniella nas redes sociais:

Blog: http://www.ateliecoreseepanos.com/

Facebook: www.facebook.com/coresepanos

Instagram: www.instagram.com/coresepanos

É isso! Espero que a história da Dani tenha te inspirado.
Movimente-se! Comece a por em prática hoje mesmo seus planos.
Vamos juntas por aqui! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *