Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Reflexões sobre trabalho: Por que fazemos o que fazemos ?

Reflexões sobre trabalho: Por que fazemos o que fazemos ?

Iniciando esta seção aqui do blog, onde estarei postando dicas de livros sobre trabalho, produtividade, autoconhecimento, etc., trago  o livro Por que fazemos o que fazemos ? do Mario Sérgio Cortella.

livro sobre trabalho: Porque fazemos o que fazemos, Mario Sérgio Cortella

Primeiramente, preciso dizer que sou fá de carteirinha do Mario Sérgio Cortella. Pra quem não sabe muito sobre ele:

Filósofo, escritor, Mestre e Doutor em Educação, professor titular da PUC, com docência e pesquisa na Pós –Graduação em Educação. Foi Secretário Municipal de Educação (1991-1992). Comentarista da Rádio CBN e comentarista da bancada do Jornal da TV Cultura. Autor de mais de 20 livros. Tá bom ou quer mais?Rs. Pra mim já vale a leitura, mas vamos lá…

É um livro de leitura fácil e rápida, daqueles que sentou no sofá pra ler, quando viu já acabou.

Aborda nossos maiores anseios ligados ao trabalho: nossa inspiração, a satisfação (a insatisfação também) , o que tem nos motivado hoje a trabalhar, o que as empresas precisam entender para motivar seus funcionários, a alienação, etc..

Fala da importância do trabalho em nossas vidas, visto que o trabalho faz parte da nossa identidade, ele define muito do que somos e não nos sentiríamos completos sem o trabalho.

E a noção de trabalho é tão forte entre nós que perpassa outras esferas da nossa vida. Até a noção que temos de saúde está ligada à ideia do trabalho. Você só se considera saudável quando pode voltar a trabalhar, e não quando é capaz de passear, transar, cantar, dançar.(p.16)

Para nos sentirmos realizados no trabalho, o que nos motiva hoje, além do dinheiro é ser reconhecido por aquilo que fazemos, diferente dos nossos pais e avós por exemplo, que tinham como motivação apenas ter o dinheiro necessário para sustentar suas famílias.

Isso explica muito o porquê das pessoas hoje não estarem satisfeitas no emprego que tem, pois o indivíduo não se reconhece naquele lugar, naquela função.

E isso se agrava se pensarmos que de uns tempos pra cá, as últimas gerações são multifuncionais, têm muitos talentos. Têm dificuldade de escolher um foco, se sentem dispersos, pois querem muito e tudo ao mesmo tempo. Muito potencial que não consegue ser acessado por falta de foco.

A tendência dessa insatisfação é só crescer, principalmente se não soubermos administrar nossas expectativas com a realidade.

Com essa insatisfação crescente, muitas pessoas se sentem alienadas, trabalhando feito máquina, sem pensar… E como fazer para sair desse ciclo? Tudo melhora se você tem um propósito!

A palavra propósito em latim carrega o significado de “aquilo que eu coloco adiante”. O que estou buscando. Uma vida com propósito é aquela em que eu entenda as razões pelas quais faço o que faço e pelas quais claramente deixo de fazer o que não faço.(p.12)

É o nosso propósito que vai nos motivar a seguir adiante, mesmo nas situações que não gostamos muito, afinal, não dá pra fazer somente o que você gosta 100% do tempo.

Seu propósito não precisa ser lindo e maravilhoso, altruísta e tudo mais. Seu propósito precisa ter valor pra você, somente. É você entender claramente os motivos que levam você a fazer o que faz hoje. São eles que devem guiar suas escolhas e o tipo de vida que você quer levar.

 Nem sempre é o trabalho em si que te motiva, mas é a consciência do seu propósito que te mantem motivado no trabalho.

Um exemplo, meu propósito hoje é ter um trabalho que me permita passar mais tempo com minha família e onde eu possa alimentar minha vida com as coisas que eu gosto: arte, leitura, viagens, exercícios físicos, natureza, etc…

E hoje eu já sei que posso ser feliz fazendo qualquer coisa, desde que eu sempre siga meu propósito.

Parece simples né? SQN. Sabemos que não.

Como eu disse, o livro é um convite à reflexão. Porém não pense que este livro lhe trará respostas. Mas te fará pensar a respeito do que você tem feito da sua vida, do seu trabalho e do seu propósito.

Após a leitura, o que eu senti foi que dá “pra sofrer menos” em relação a estas aflições que temos na vida.

Este artigo reflete meu entendimento sobre o livro e a minha opinião sobre o tema, espero que tenha despertado seu interesse em ler também!

Gostou? Deixa um comentário. Vamos papear!

Qual tem sido suas aflições sobre o trabalho?

Tags: | | |

Sobre o Autor

Elaine Vasconcelos
Elaine Vasconcelos

Empreendedora digital, mãe da Helena. Eu ajudo outras mães a encontrarem formas de ganhar dinheiro trabalhando online!

2 Comentários

  1. Olá,

    Adorei a sua abordagem e reflexão acerca do tema e do livro (Já deixei o nome dele anotadinho aqui na minha lista de livros).

    Realmente, não é só o dinheiro que motiva as pessoas, há outros aspectos (como o reconhecimento, que você citou) que são importantes para que o trabalho se torne algo prazeroso de se fazer. E como já dizia Confúcio: “Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida”.

    Beijinhos, Gi
    Blog Apenas Detalhes | http://www.apenasdetalhes.com


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dúvidas! Chama aqui!